Como abrir e gerenciar uma empresa nos EUA sem sair de casa

O mundo das startups possui infinitas oportunidades. Além das ideias de carros autônomos e projetos de ir para Marte, está a possibilidade de abrir uma empresa nos EUA, sem necessariamente ser cidadão americano e/ou estar fisicamente no país.

Essa pode ser uma ótima alternativa para quem quer ter negócios além das fronteiras nacionais e enfrenta burocracias e barreiras para abrir conta em outros países. Vou mostrar como é possível fazer a incorporação, e também oferecer a opção de dar assessoria.

Abrir empresa nos Estados Unidos na prática

É notória a quantidade de empresas que conseguem investimento massivo para crescer seu negócio no Vale do Silício, mas há também um grande número das que falham miseravelmente. Temos que ser realistas e levar em conta as limitações encontradas — vou falar um pouco delas aqui, pois estou passando por esta experiência atualmente.

Abra sua empresa no exterior e comece a divulgar sua ideia e buscar formas de tirá-las do papel.
Foto de Teemu Paananen no UnsplashStockholm, Sweden

Qual o custo disso?

Por outro lado, há várias limitações no Brasil para atingir mercados mundiais, que deixam de ser um empecilho quando se tem uma empresa no berço do Vale do Silício. Além do quê, abrir conta no modelo MEI nos limita em questões de sociedade e faturamento.

De qualquer forma, o MEI é um ótimo ponto de partida para um negócio, já que não exige se comprometer totalmente — além de evitar sugar o (pouco) que se produz com impostos, taxas e burocracias. Estou com um MEI há menos de um ano com uma agência de viagens digital, a Truppie.

Por onde começar?

Em menos de duas semanas é possível abrir uma empresa com o Stripe Atlas

Acompanhado pela onda dos sucessos de startups como o Airbnb e o Dropbox, o Stripe, uma das maiores plataformas de pagamento online, lançou um serviço que lhe permite abrir uma startup através de uma plataforma online, chamada Atlas. Com o Atlas, você tem uma conta Stripe para pagamento vinculada a um banco, onde é possível realizar transações e operar como um marketplace em vários países do mundo. No Brasil, isso ainda está no pré lançamento, tendo ainda algumas limitações. Mas através de convites podemos começar a usar uma das melhores plataformas de pagamento do mundo. Ela tem inclusive API’s e projetos Open Source, e falo nesses artigos o quanto isso é importante e traz muitas oportunidades para o desenvolvimento do seu negócio.

Assim como a Amazon transformou a infraestrutura como serviço, o Stripe lançou um serviço que faz com que a abertura de uma startup seja possível de qualquer lugar do mundo por um preço acessível e pago diretamente pelo site através de cartão de crédito.

Para que o serviço se torne viável, o lugar onde a empresa será aberta precisa ser propício e ter leis que favoreçam empreendedores, pois ela, mesmo online, precisa estar fisicamente em um local. O local escolhido pelo Atlas é uma área preparada para receber empresas do mundo todo e captar investimento: Califórnia, EUA. E é justamente lá que sua conta será aberta.

Como funciona o Stripe Atlas

Gerenciamento da startups, com todos os documentos usados na incorporação da empresa, links e lembretes importantes. Imagem: Alexandre Magno, dashboard do Stripe Atlas

O modelo de negócio do Stripe é simples: ele cobra uma taxa para cada transação efetuada. Você pode consultar as taxas no site deles.

No entanto, posso enviar o convite para que você tenha isenção de US$ 5000 quando processar pagamentos online com cartão de crédito. Basta se cadastrar aqui:

Inscreva-se até 31 de Março de 2018 para abrir sua empresa pelo Stripe e tenha US$ 5000 de isenção de taxas.

Abertura de conta

Com o Atlas, a incorporação da sua empresa no Vale do Silício é feita remotamente, e você declara seu endereço no país de residência, uma vez que é permitida a abertura de empresa a não-residentes na terra do tio Sam nessa jurisdição.

Experiência após um ano

Abrir uma empresa no exterior é vantagem para você?

Um pouco da experiência como empreendedor de meio período

Importante: é preciso saber se o seu negócio empreendedor entra em conflito com a empresa em que você trabalha. Tenha certeza que você não está ferindo nenhum compromisso e acordo de trabalho.

Ainda não vi uma tradução mais difundida para o termo empreendedor de meio período, originalmente conhecida como part time entrepreneur. Também tem uma outra carreira conhecida como Sole Entrepreneur, que, traduzindo ao pé da letra, seria um empreendedor solo. Eu já falei um pouco de como gerenciar um projeto usando metodologias ágeis e aplicando no gerenciamento solo de seus projetos, com o Trello.

É possível trabalhar de casa e gerir uma empresa?
Foto: Blog do Trello — http://br.blog.trello.com/vagas-trabalho-remoto/

Se seu negócio é ter empresa e viajar o mundo

Os tempos atuais são dos empreendedores globais. Aqueles que são capazes de alavancar a tecnologia e dar condições de ultrapassar barreiras econômicas e legais para resolver um problema. Esses conseguirão inovar e contribuir com diversos países e favorecer a economia global com liberdade e responsabilidade.

A possibilidade de ter negócios digitais e globais levou à criação de a uma nova categoria de profissionais: os nômades digitais. Eles nada mais querem do que ter a flexibilidade de trabalhar de qualquer lugar e, assim, poder passar um tempo morando em diversos países do mundo.

Mesmo em um mundo globalizado, tornar-se um nômade digital não é isento de grandes desafios. Ainda há muitas barreiras fundadas em um modelo econômico do passado. Mas, para nossa alegria, há países buscando formas de facilitar a vida desses empreendedores, pois eles trazem novos negócios e, querendo ou não, eles estão mudando a economia de vários locais. Veja o caso da Estônia, que está propondo ao governo a criação do primeiro visto de nômade digital do mundo!

Gestão e desenvolvimento da empresa

Times remotos e distribuídos

A Zapier, por exemplo, é uma startup significativa que trabalha na integração de serviços, e adotou o modelo 100% remoto. Ela conseguiu difundir uma cultura de colaboração independentemente de onde você estiver trabalhando.

Guia do Zapier de trabalho remoto (em inglês)

Consultoria da Work’n Enjoy

Diferente de outros modelos, de abrir um escritório e começar a contratar funcionários, trabalhamos sob demanda. Assim você tem a chance de validar sua ideia com o investimento necessário para concretizá-la, e, sabendo dos riscos, você investe somente o necessário para validar o produto.

Como fazemos isso com empresas?

As principais estão numa dupla: Trello e Github

Usamos o Trello para organizar suas ideias do projeto e, integrado ao Github ou Bitbucket, levantamos as tarefas do desenvolvimento para que desenvolvedores freelancers as realizem sob demanda de forma integrada através do Gitpay.

As tarefas então são validadas e, quando aprovadas, vão para o site do cliente. Esaa forma de trabalho utiliza o Git Workflow para times distribuídos, uma forma consolidada em diversos projetos open source e de larga escala.

Trello e Github, juntos podem dar todo o poder de gerenciamento e desenvolvimento para organizar seu negócio. Foto: Blog do Trello

Citizen Scientist and Software Engineer, looking for the limits beyond mind and machine exploring the world

Citizen Scientist and Software Engineer, looking for the limits beyond mind and machine exploring the world